Booking Form

Reserva agora!

 

 

 

Passeios de buggy

Edilson 40 anos, é um nativo de Jijoca e desde 2001 trabalha na Pousada Azul. Há seis anos ele passeia com turistas pelas dunas de Jeri e Camocim. Depois de 10 anos morando em São Paulo e trabalhando em conhecidos restaurantes, Edilson decidiu voltar para sua cidade natal onde casou e viu nascer a pequena Rebeca. Grande conhecedor da cultura local, Edilson ouviu de perto muitas das lendas e mistérios de Jeri ganharem força. Mais que um motorista ele é um legítimo guia turístico. Ele é capaz de explicar tudo sobre o Parque Nacional e as trilhas, além de sempre dirigir pelos caminhos permitidos pela Lei de Proteção Ambiental. Depois de um passeio de buggy com Edilson você vai ver Jeri com outros olhos!

 

As lagoas de Tatajuba, Azul e Paraíso.


Tatajuba ( de 10:30 às 16:30)

Atrações:
  • Mangue Seco
  • Travessia de balsa no Rio Guriú
  • Velha Tatajuba
  • Nova Tatajuba
  • Dunas fixas
  • Coqueiro solteiro
  • Duna do Funil
  • Lagoa da Torta
  • Ilha do Amor
  • Floresta de Tatajuba

A praia da Tatajuba fica no município de Camocim, a 35 km de Jericoacoara. O acesso é feito de buggys, assim não há prejuízos para natureza. É um passeio encantador. No caminho é possível admirar o mar, ora verde, ora azul, que banha o vasto parque de dunas com lagoas encravadas e verdes coqueirais. O cenário está em constante mudança provocada pela força do vento que desenha a paisagem, mudando lentamente as dunas de areia clara e fina de lugar. Contrariando a força do vento, existem também as dunas fixas. A areia petrificada é um mirante para contemplar a beleza de Tatajuba. Uma das paradas durante o passeio é na Duna do Funil, a maior da região. Abaixo da montanha de areia há uma lagoa, cenário ideal para a descida com prancha de sandboard. A atração principal é chegar à Lagoa da Torta, de águas transparentes. Você vai experimentar um dos melhores mergulhos. Na margem da Lagoa concentram-se barracas que oferecem os melhores camarões, lagostas, peixes, ostras e o já tradicional queijo coalho grelhado. A praia de Tatajuba oferece ainda excelentes condições de vento para velejar. Adrenalina pura! Opcional 1: Parada em Mangue Seco No caminho de Tatajuba, passamos pela praia de Mangue Seco, onde pescadores da região levam turistas para um interessante passeio de barco no mangue formado pelo mar e o Rio Guriú. O mangue é um e paraíso quase intocado, onde existe uma rica população de peixes e cavalo-marinho, que podem ser facilmente vistos pelos turistas. Opcional 2: Ilha do Amor e Floresta de Tatajuba Depois de Tatajuba, mais 15 km em direção a Camocim, está a Ilha do Amor. O lugar ganhou esse nome, porque o cenário apaixonante era o preferido pelos pescadores da região para namorar. Banhada pelo rio que passa ao lado de Camocim, a Ilha do Amor não é exatamente uma ilha. O caminho para chegar lá é encantador. Nas margens há barracas que vendem peixes e frutos do mar sempre frescos. O trajeto de volta pode ser feito pela Floresta de Tatajuba, a vegetação abundante é quase fechada, as trilhas são sinuosas, cheias plantas típicas da região. Depois de visitar a Ilha do Amor, passando pela Floresta de Tatajuba é possível seguir o passeio da Lagoa da Torta sentido Jericoacoara.


Lagoa Azul e Paraíso (de 10:30 às 16:30)

Atrações:
  • Parque Nacional de Jericoacoara
  • Pedra Furada
  • Árvore da Preguiça
  • Lagoa do Paraíso
  • Lagoa Azul
  • Lagoa do Coração

O passeio começa atravessando o Parque Nacional de Jericoacoara, em direção ao Preá. A primeira parada é na Pedra Furada. Um dos principais cartões postais de Jeri. Durantes os meses de agosto e setembro, a Pedra Furada é um dos mais belos lugares para assistir ao pôr do sol, quando o sol desaparece exatamente no buraco da Pedra. Seguindo pela praia outra grande atração: a Árvore da Preguiça. A força do vento fez a árvore crescer rente ao chão. A parada mais demorada e relaxante é na Lagoa do Paraíso. Abastecida pelas águas da chuva, a Lagoa do Paraíso está cheia como desde 2008 não se via. Sua enorme extensão abriga diferentes restaurantes ótimos para passar o dia. Seguindo o percurso, ainda dá tempo mergulhar na Lagoa Azul, de águas coloridas e areias brancas. As duas lagoas são ideais para banho, passeios de caiaque e jangadas. Alguns restaurantes armam redes que ficam dentro d’água. Por último, a contemplação da Lagoa do Coração. Ali, mais uma vez a força da natureza fez às vezes de artista e deu o formato exato de um coração à lagoa encravada entre dunas.